10 Melhores Lugares Para Visitar Na Bélgica (Além De Bruxelas)

À primeira vista, a Bélgica pode parecer um país europeu pouco atrativo ao turismo – sobretudo quando comparado a Itália, França, Espanha ou Portugal. No entanto, este país da Europa Ocidental tem vários séculos de tradições artísticas e culturais, que ainda hoje podem ser observadas e admiradas.

Por ser um país pequeno, é muito fácil explorar todos estes destinos desta bucket list numa road trip pela Bélgica. Ou então, podes sempre optar por ficar em sítios como Bruxelas ou Antuérpia e visitar as restantes cidades e vilas em day trips.

E um pormenor muito interessante que descobri ao escrever esta bucket list é o facto de ter selecionado sete cidades onde existem campanários e outros monumentos classificados como Património Mundial da UNESCO (sob o nome de Campanários da Bélgica e França)! Estas cidades em questão são Antuérpia, Bruges, Gante, Lovaina, Mechelen, Tournai e Mons.

Por isso, queres saber mais sobre os 10 Melhores Lugares Para Visitar Na Bélgica (Além De Bruxelas)? Continua a ler!

Este artigo pode conter links de afiliados, o que significa que eu ganho uma pequena comissão se fizeres uma compra, sem nenhum custo adicional para ti. Lê o meu aviso legal & política de privacidade para mais informações.

Melhores Lugares para Visitar na Bélgica
Melhores Lugares para Visitar na Bélgica

Melhores Lugares para Visitar na Bélgica

1. Bruxelas

Um dos melhores lugares para visitar na Bélgica é, obviamente, a capital Bruxelas (em francês, Bruxelles e em neerlandês, Brussel). A cidade belga é conhecida não só por servir de quartel-general da União Europeia, mas também por ter alguns dos monumentos mais bonitos da Europa!

Alguns destes edifícios históricos estão situados na deslumbrante Grand-Place, a praça central de Bruxelas – que é Património Mundial da UNESCO desde 1998! É o caso da Câmara Municipal de Bruxelas, do Museu da Cidade de Bruxelas e do Museu dos Cervejeiros Belgas (ou Museu da Cerveja Belga).

Para além da Grand-Place, há muito para descobrir em Bruxelas. Por exemplo, a poucos quilómetros do centro da cidade, encontras uma estrutura de ferro que se tornou um cartão-postal da Bélgica: o Atomium. E mesmo ao lado fica o Mini-Europe, um parque temático com miniaturas de cidades e edifícios da União Europeia.

De volta à zona mais antiga de capital belga não deixes de visitar o Palácio Real de Bruxelas e os Museus Reais de Belas Artes da Bélgica – um grupo de seis museus com uma coleção impressionante de mais de 20.000 obras de arte, que vão do século XV até aos dias de hoje!

2. Antuérpia

Antuérpia (em francês, Anvers e em neerlandês, Antwerpen) fica a menos de 50 km de Bruxelas e é também um dos melhores destinos turísticos da Bélgica. Situada no norte do país, esta cidade portuária é famosa pelos seus museus de arte, pela sua arquitetura medieval e, claro, pela cultura flamenga.

Entre as várias dezenas de museus e galerias de arte espalhadas pela cidade, destaco o Museum aan de Stroom (isto é, “Museu junto ao Rio”) ou o Museu de Arte Contemporânea de Antuérpia – se preferires arte moderna e contemporânea.

Para os amantes de pintura barroca, a melhor opção é a Casa de Rubens (um museu construído na antiga casa e estúdio do artista flamengo Peter Paul Rubens). Nesta zona histórica da cidade, é ainda indispensável visitar a Onze-Lieve-Vrouwekathedraal (ou seja, Catedral de Nossa Senhora) e o Grote Markt, a praça central.

3. Bruges

Bruges (em neerlandês, Brugge) é, provavelmente, o sítio mais turístico da Bélgica. Isto porque os canais que atravessam a cidade dão-lhe um ar “romântico” e pitoresco. Capital da província da Flandres Ocidental (na região da Flandres), Bruges situa-se a pouco mais de 50 km de outra cidade desta bucket list: Gante.

A chamada “Veneza do Norte” tem um centro histórico razoavelmente pequeno, mas que foi inscrito como Património Mundial da UNESCO em 2000. Aqui, encontras maravilhas arquitetónicas como a Praça do Mercado, o Campanário de Bruges, a Praça Burg, a Câmara Municipal e a Basílica do Sangue Sagrado.

4. Gante

A cidade de Gante (em francês, Gand e em neerlandês, Gent) é a capital da província da Flandres Oriental – também na região da Flandres. Tal como referi anteriormente, fica muito perto de Bruges, o que justifica algumas das caraterísticas semelhantes à esta e a outra cidade flamenga: Antuérpia.

Por exemplo, Gante é uma cidade portuária, com vários museus de arte e um centro histórico marcadamente medieval. Além disso, possui canais labirínticos e edifícios religiosos (Catedral de São Bavão, Campanário e Igreja de São Nicolau), cujos elementos arquitetónicos fazem lembrar os das duas cidades “vizinhas”.

5. Liège

Liège é uma cidade no leste da Bélgica, a uma curta distância das fronteiras de outros dois países europeus: os Países Baixos e a Alemanha. Situada no vale do rio Mosa, tornou-se um importante município de Valónia, a maior região da Bélgica.

Atualmente, Liège é o principal centro económico e cultural da província com o mesmo nome. Para além disso, a cidade integra o Sillon industriel, a antiga rede industrial primária da Bélgica, que atravessa várias localidades e regiões do país.

Liège é particularmente conhecida pela Montagne de Bueren, uma impressionante escadaria com 374 degraus! E ainda pela doçaria artesanal (waffles, panquecas, chocolates, etc.), que podes degustar em pastelarias como a Une Gaufrette Saperlipopette.

Outros sítios de paragem obrigatória são a Place du Marché e a Place Saint-Lambert, bem como o Collégiale Saint-Jean l’Évangéliste e a Opéra Royal de Wallonie. Por último, Liège é um destino com diversos museus que podes visitar:

Lê o meu guia completo sobre Liège, um dos melhores lugares para visitar na Bélgica!

6. Lovaina

Lovaina (em francês, Louvain e em neerlandês, Leuven) é a capital da província do Brabante Flamengo, na região da Flandres. É, na sua essência, uma cidade universitária – o que a torna numa dos destinos da Bélgica mais populares entre os jovens adultos pelos muitos cafés, bares e restaurantes com esplanada.

Na praça central da cidade erguem-se dois dos edifícios mais fabulosos de Lovaina: a Câmara Municipal e a Igreja de São Pedro. Estes monumentos são exemplos perfeitos do estilo Gótico Brabantino, caraterizado pela utilização de pedras de cor clara e pela ornamentação excessiva das fachadas, janelas, torres, etc.

7. Dinant

Sabias que Dinant está localizada a apenas 20 quilómetros da fronteira com França? A cidade belga faz parte da província de Namur, na região da Valónia, e é banhada pelo rio Mosa – tal e qual Liège. Por essa razão, a antiga cidade medieval desenvolveu-se ao longo das margens do rio, dando-lhe um aspeto “único”!

A paisagem deste destino tão pitoresco da Bélgica é marcada por dois edifícios imponentes: pela Citadelle de Dinant (uma fortaleza construída em 1815) e pela Collégiale Notre-Dame de Dinant (uma catedral gótica do século XIII, com uma torre sineira em forma de bolbo).

8. Mechelen

Mechelen (em francês, Malines) é um destino perfeito para incluíres na tua viagem entre Antuérpia e Bruxelas (ou vice-versa), porque situa-se a 25 km da primeira e a 30-35 km da capital da Bélgica. E apesar desta cidade ser bastante pequena, há muito para visitar! Já para não falar da fama internacional dos legumes desta região, que podes comprovar ao comer um prato vegetariano num dos muitos restaurantes tradicionais!

Curiosamente, vais perceber que o centro histórico de Mechelen é bastante parecido com o de outras cidades desta lista: uma praça central (ou Grote Markt) em estilo medieval, onde se encontra a Câmara Municipal (ou Stadhuis); uma catedral deslumbrante a poucos metros de distância (a Sint-Romboutskathedraal); e outros monumentos espalhados pelas ruas, avenidas e praças envolventes.

9. Tournai

Como já deves ter percebido, Tournai (em neerlandês, Doornik) é um dos muitos destinos UNESCO desta bucket list de melhores lugares para visitar na Bélgica. Aliás, a Catedral de Notre-Dame de Tournai – que foi declarada Património Mundial em 2000 – é uma das igrejas mais importantes da Bélgica! A sua construção começou no século XII e a estrutura combina elementos românicos, góticos e barrocos.

Mas… Sabias que a maioria dos turistas visita Tournai numa day trip desde Lille, pela sua proximidade com a cidade francesa? Por isso, se um dia visitares Tournai, vai até Lille também! E quer passes um dia ou mais nesta cidade fronteiriça da Bélgica, não te esqueças de visitar o Campanário, o Museu de Belas Artes e o Musée de la Tapisserie et des Arts Textiles.

10. Mons

Mons (em neerlandês Bergen) é a capital da província de Hainaut, na região da Valónia, e está localizada a menos de 60 km de Tournai. A cidade pode ser pequena, mas é uma excelente paragem para quem viaja de carro ou autocarro, uma vez que fica no cruzamento de duas importantes estradas europeias: a E19 (que faz a ligação entre Paris e Amesterdão) e a E42 (que liga Dunquerque, na França, a Aschaffenburg, na Alemanha).

Mons é mais uma cidade da Bélgica com um património histórico e cultural riquíssimo. Do Campanário à Grand-Place, com o edifício da Câmara Municipal (ou Hôtel de Ville). Já para não falar dos museus de arte! E se tiveres tempo, visita também as Minas Neolíticas de Sílex em Spinnes, que são Património Mundial da UNESCO desde 2000 e ficam a cerca de 6 km do centro histórico.

Mapa dos Melhores Lugares para Visitar na Bélgica

Partilha este artigo nas tuas redes sociais!

Mais Artigos sobre a Bélgica

Este artigo utiliza fotografias de stock (Getty Images)

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Scroll to Top