10 Melhores Lugares Para Visitar Na Grécia (Além De Atenas)

A Grécia é provavelmente o meu segundo país favorito do mundo depois de Itália. Isto porque, durante anos, eu sonhava com o dia em que poderia visitar a Grécia. E quando finalmente decidi reservar o meu voo com destino a Atenas, a sensação foi incrível!!!

Quer explores um dos milhares de arquipélagos do país ou te aventures pela Grécia continental, há sempre muito por descobrir neste território. Desde ilhas paradisíacas e vilas pitorescas a cidades cosmopolitas e sítios com milhares de anos de existência, a Grécia guarda um legado histórico e cultural único no mundo.

Por isso, queres saber mais sobre os 10 Melhores Lugares Para Visitar Na Grécia (Além De Atenas)? Continua a ler!

Este artigo pode conter links de afiliados, o que significa que eu ganho uma pequena comissão se fizeres uma compra, sem nenhum custo adicional para ti. Lê o meu aviso legal & política de privacidade para mais informações.

Sem tempo para ler agora? Guarda para depois!

Melhores Lugares para Visitar na Grécia
Melhores Lugares para Visitar na Grécia

Melhores Lugares para Visitar na Grécia

1. Atenas

Antes de mais nada, Atenas é uma cidade com uma paisagem inconfundível. A capital grega é mundialmente famosa pela sua Acrópole, decerto um dos melhores testemunhos da grandeza das Civilizações Antigas. Aliás, todo o complexo da Acrópole de Atenas foi declarado Património Mundial da UNESCO em 1987.

No entanto, há muitas outras razões que fazem de Atenas um destino imperdível na Grécia! Por exemplo, nenhuma visita à Acrópole de Atenas fica concluída sem uma ida ao Museu da Acrópole. Aqui, podes prolongar a “viagem no tempo”, visto que o museu reúne os tesouros arqueológicos de monumentos como o Partenon.

Para além da Acrópole, há ainda muitas outras ruínas espalhadas pelo centro histórico de Atenas. É o caso do Templo de Zeus Olímpico, Ágora Antiga, Ágora Romana ou do Cemitério de Kerameikos, só para exemplificar. Deves igualmente visitar o Estádio Panatenaico, o Arco de Adriano e os vários museus e praças da cidade.

Entre as praças principais, destaca-se primeiramente a Praça Syntagma – sede do Parlamento Helénico e do Túmulo do Soldado Desconhecido. Por fim, Atenas é muito popular pelos seus bairros históricos. Os meus favoritos são, sem dúvida, Monastiraki, Plaka, Thissio e Psirri.

Lê o meu guia completo sobre Atenas, um dos melhores lugares para visitar na Grécia!

2. Santorini

Na minha lista de melhores lugares para visitar na Grécia, o segundo lugar é com toda a certeza o mais visitado. Afinal, estou a falar de Santorini, a maior ilha do pequeno arquipélago homónimo, no sul do Mar Egeu. Ao mesmo tempo, o Arquipélago de Santorini pertence ao grupo das Ilhas Cíclades, que tem mais de duzentas ilhas.

Sabias que o nome oficial desta ilha não é Santorini, mas sim Thira? Isto porque o território insular se chamava Thera na Grécia Antiga. As outras ilhas do arquipélago são Thirasia, assim como as inabitadas Nea Kameni, Palea Kameni, Aspronisi e as três Christiana.

Embora Santorini seja um destino muito escolhido para luas de mel, eu acho que qualquer pessoa devia visitar esta ilha paradisíaca. Em primeiro lugar, ver o pôr do sol em Oia é uma experiência inesquecível. Só que lembra-te que muita gente tem esta mesma ideia…

Fira, a capital de Santorini, é igualmente uma excelente opção. Aqui podes conhecer a história da ilha visitando quer o Museu de Thera Pré-Histórica, quer o Museu Arqueológico de Thera. Os Três Sinos de Fira também são uma das atrações mais populares, sobretudo para os amantes das “cúpulas azuis”!

3. Meteora

O próximo na lista de melhores lugares para visitar na Grécia é Meteora, que fica na região da Tessália. Curiosamente, eu vi-me impedida de visitar Meteora quando estive na Grécia, tudo por causa de uma greve de transportes públicos!

Neste lugar único, encontras pilares rochosos de arenito, com mosteiros ortodoxos no topo! Primeiramente, o acesso dependia de guindastes rudimentares e só no século XX é que foram acrescentadas escadas. No total foram construídos vinte e quatro mosteiros desde o século XIV, mas apenas seis sobreviveram até hoje:

  • Megalos Meteoros (Grande Meteoro);
  • Varlaam;
  • Roussanou;
  • Agios Stefanos (Santo Estevão);
  • Agia Triada (Santíssima Trindade);
  • Agios Nikolaos Anapafsas (São Nicolau).

Atualmente, Meteora é não só o maior sítio arqueológico da Grécia (em termos de área), como também um destino turístico. Afinal de contas, foi declarado Património Mundial da UNESCO em 1989 e um lugar sagrado oficial do país em 1995.

Para visitares Meteora, podes tirar dois ou três dias de uma estadia mais prolongada em Atenas ou Salónica. Cada mosteiro tem um dia de encerramento diferente, por isso o melhor é mesmo visitá-los ao fim de semana. Mesmo que estes sejam os dias mais concorridos, é a melhor (e única) opção de visitar os seis.

4. Creta

Creta não só é a maior ilha da Grécia, mas também a quinta maior do Mar Mediterrâneo, depois da Sicília, Sardenha, Chipre e Córsega. Além disso, esta ilha grega é crucial para a história europeia. Isto porque Creta foi o local onde nasceu a Civilização Minoica, a mais antiga de que há registo na Europa.

Hoje em dia, podes explorar as ruínas arquitetónicas desta civilização no Palácio de Cnossos (ou Knossos), o maior sítio arqueológico de Creta. Fica na periferia de Heraclião – a capital da ilha – e é um testemunho muito importante da Idade do Bronze na Grécia.

Por falar em Heraclião, a cidade possui o seu próprio Museu Arqueológico. E na entrada do antigo porto, encontra-se a Fortaleza de Koules, também conhecida como Rocca al Mare. Construído no início do século XVI pela República de Veneza, o monumento ainda está em perfeitas condições.

No outro lado da ilha, deves visitar Elafonisi, uma zona com praias de areia rosa e dourada, que estão entre as mais bonitas da Grécia. E para os mais aventureiros, o desfiladeiro da Garganta de Samariá pode ser um o destino ideal! Fica na costa sul de Creta e pertence ao Parque Nacional de Samariá, o maior da Grécia.

5. Salónica

Salónica pode ser a segunda maior cidade da Grécia, mas infelizmente não é muito visitada pelos turistas. Aliás, depois de Atenas, os destinos mais populares da Grécia são as várias ilhas incluídas nesta lista. Ainda assim, se viajares à região grega da Macedónia, vais querer visitar a Torre Branca, o ícone de Salónica.

Construída durante o século XVI, esta torre fazia parte das muralhas citadinas, quando esta pertencia ao Império Otomano. Contudo, a cidade foi crescendo ao longo dos séculos e a maioria das muralhas caiu. A Torre Branca conseguiu resistir à passagem do tempo e no século XIX chegou a ser utilizada como prisão!

Não muito longe deste monumento, encontras o Arco de Galério (ou Kamara) e a Rotunda, que são ambos Património Mundial da UNESCO. Na verdade, existem quinze monumentos que foram inscritos na lista da UNESCO em 1988, sob o nome Monumentos Paleocristãos e Bizantinos de Salónica. Além de dez igrejas e dois mosteiros, os outros são as muralhas e os Banhos Bizantinos.

Tanto quanto sabe, Salónica era a segunda cidade mais importante do Império Bizantino (depois de Constantinopla) e estes monumentos são a prova disso. Se quiseres conhecer mais sobre a sua história, visita o Museu Arqueológico de Salónica e o Museu da Cultura Bizantina.

6. Mykonos

Tal como Santorini, a ilha de Mykonos também pertence às Cíclades. Curiosamente, o termo “Cíclades” quer dizer “circular” em grego e diz respeito ao facto destes territórios fazerem um círculo à volta da ilha sagrada de Delos. Segundo a mitologia da Grécia Antiga, Delos foi o local de nascimento do deus Apolo e da deusa Ártemis.

Mykonos tem uma capital com o mesmo nome, mas é muitas vezes chamada de Chora – que em grego significa a cidade principal de uma ilha. A cidade de Mykonos / Chora é sobretudo conhecida pela sua animada vida noturna.

Os cinco Moinhos de Mykonos são, sem dúvida, os símbolos mais conhecidos desta ilha da Grécia. Mas existem muitas outras zonas dignas de visitar, como por exemplo “Little Venice”. Como o próprio nome indica, esta linha de casas coloridas junto ao mar faz lembrar Veneza. Além disso, a “Pequena Veneza” é constituída maioritariamente por cafés e restaurantes, cujas esplanadas são o local perfeito para ver o pôr do sol!

Se queres visitar Mykonos pelas suas praias, então deixo-te as melhores da ilha: Platis Gialos, Ornos, Psarou, Paraga, Elia, Paradise e Super Paradise. Para fazer compras, o lugar ideal é a Rua Matogianni, com lojas de souvenirs, boutiques e outros tipos de comércio local e internacional.

7. Delfos

O Sítio Arqueológico de Delfos é um dos sítios sagrados mais importantes da Grécia Antiga e é Património Mundial da UNESCO desde 1987. Aliás, na Antiguidade Clássica, este santuário pan-helénico na região central da Grécia era considerado “o umbigo do mundo”.

O edifício mais importante desta cidade agora em ruínas era o Oráculo de Delfos, que se encontrava dentro do Templo de Apolo. Há mais de 2500 anos, esta era a casa de sacerdotes e sacerdotisas que influenciavam e aconselhavam as mais diversas personalidades do mundo antigo.

À volta do Templo de Apolo, existiam várias capelas (chamadas tesouros) que guardavam as oferendas de todos os que vinham pedir auxílio ou agradecer ao Oráculo de Delfos. De todas, as mais importantes eram o Tesouro de Atenas, o Tesouro de Sifnos e o Tesouro de Argos.

Entre outras ruínas de monumentos da Grécia Antiga que podes neste sítio arqueológico, destacam-se o Estádio de Delfos, o Altar de Quios, o Teatro de Delfos, a Stoa dos Atenienses, o Ginásio de Delfos e o Templo de Atena Pronaia.

8. Corfu

Corfu (também apelidada de Córcira) é uma ilha do Mar Jónico, situada na costa noroeste da Grécia e na fronteira com a Albânia. Corfu pertence ao grupo das Jónicas (ou Jónias), que incluem ainda as ilhas de Paxos (e Antipaxos), Lefkada, Ítaca, Cefalónia, Zacinto e Citera.

A Cidade Velha de Corfu foi inscrita na lista de Património Mundial da UNESCO em 2007 e, desde então, a ilha assumiu-se como um dos destinos turísticos mais visitados da Grécia. Além disso, Corfu tem vários castelos medievais, que contribuíram para que o território se tornasse um dos mais fortificados da Europa.

Estes castelos foram construídos em pontos estratégicos da ilha e impediram que o Império Otomano de invadir Corfu por diversas vezes. Na minha opinião, os castelos mais impressionantes são o Angelokastro, Palaio Frourio, Neo Frourio, Gardiki e Kassiopi.

Corfu também ocupa um lugar importante na história da educação da Grécia, uma vez que abriga a Academia Jónica. Considerada a primeira instituição académica fundada na Grécia nos tempos modernos, foi a percursora da Universidade Jónica (estabelecida em 1984).

9. Olímpia

Assim como Delphi, o Sítio Arqueológico de Olímpia foi inscrito como Património Mundial da UNESCO em 1989. Percetível pelo nome, esta cidade da Grécia era o local onde se realizavam os Jogos Olímpicos da Antiguidade, organizados de quatro em quatro anos entre 776 a.C. e 394 d.C..

Ao mesmo tempo, Olímpia tinha fama mundial graças à sua Estátua de Zeus, uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo. Com mais de 12 metros de altura e ornamentada com ouro, marfim e pedras preciosas, esta escultura do mais importante deus grego foi esculpida por Fídias, por volta de 435 a.C..

O Sítio Arqueológico de Olímpia, indica a existência de um antigo santuário, com mais de setenta edifícios. Entre eles, havia o Altar e Templo de Zeus (que guardava a escultura), bem como o Templo de Hera, Stoa de Héstia, Estádio, Propileu, Stoa Eco, Pritaneu e Ginásio, entre outros.

As escavações arqueológicas, que começaram em 1829, revelaram ainda a existência de doze Capelas – ou Tesouros, como em Delphi. Estas “capelas” foram construídas lado a lado e faziam lembrar templos em miniatura, com colunas a toda a volta.

10. Rodes

Rodes é a maior do grupo de ilhas do Dodecaneso e a quarta maior da Grécia, depois de Creta, Eubeia e Lesbos. No antigo porto da capital homónima encontrava-se o Colosso de Rodes, outra das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

Esta estátua de bronze tinha aproximadamente 33 metros de altura e representava Hélios, a personificação do Sol na mitologia grega. Erguida em 280 a.C., o Colosso de Rodes foi esculpido por Carés de Lindos, um artista local. Contudo, foi destruída por um terramoto em 226 a.C., pouco mais de meio século depois da sua criação. 

A Cidade Medieval de Rodes é também Património Mundial da UNESCO desde 1988. Dentro das muralhas, encontras o Palácio do Grão-Mestre dos Cavaleiros de Rodes, a Sinagoga Kahal Shalom (no Bairro Judeu), o Museu Arqueológico de Rodes e numerosos portões da antiga cidade.

Outros locais que deves visitar na capital são o Monte Smith (cujo nome homenageia o almirante inglês Sir William Sidney Smith) e, claro, a Acrópole de Rodes. No resto da ilha, podes explorar a Acrópole de Lindos e o Castelo de Feraklos (na costa leste), e o Castelo de Monolithos (na outra extremidade).

Mapa dos Melhores Lugares para Visitar na Grécia

Partilha este artigo nas tuas redes sociais!

Mais Artigos sobre a Grécia

Este artigo utiliza fotografias de stock (Getty Images)

2 thoughts on “10 Melhores Lugares Para Visitar Na Grécia (Além De Atenas)”

  1. Silvia Ribeiro Scalice

    Adorei seus posts! Vão ser muito úteis para nossa próxima viagem. Muito obrigada, grande abraço e muito sucesso pra você

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Scroll to Top