1 Dia Em Torres Novas: O Roteiro De Torres Novas Perfeito

Torres Novas é uma cidade e município do distrito de Santarém, situada a pouco mais de 110 km de Lisboa. Isto significa que este roteiro de Torres Novas é a escolha ideal para uma day trip desde a capital portuguesa, ou até mesmo a paragem perfeita numa road trip de vários dias pela sub-região do Médio Tejo (na Região do Centro)!

Apesar de não ser tão turística e popular como Tomar ou Fátima, Torres Novas tem um passado histórico, artístico e cultural impressionante. E, neste roteiro de Torres Novas, vais ter a oportunidade de o comprovar em monumentos como o Castelo de Torres Novas, o Museu Municipal Carlos Reis ou as Ruínas Romanas de Vila Cardílio!

Por isso, queres saber mais sobre 1 Dia Em Torres Novas: O Roteiro De Torres Novas Perfeito? Continua a ler!

Este artigo pode conter links de afiliados, o que significa que eu ganho uma pequena comissão se fizeres uma compra, sem nenhum custo adicional para ti. Lê o meu aviso legal & política de privacidade para mais informações.

Sem tempo para ler agora? Guarda para depois!

Roteiro de Torres Novas
Roteiro de Torres Novas

Breve História de Torres Novas

A região onde hoje se encontra Torres Novas é habitada desde os tempos pré-históricos, mais precisamente, desde o Paleolítico. Não obstante, os primeiros vestígios de maior interesse foram descobertos nas Ruínas Romanas de Vila Cardílio, fora do perímetro da cidade.

Depois dos romanos, seguiram-se os visigodos e os árabes. Estes últimos foram expulsos por D. Afonso Henriques após a conquista da fortaleza muçulmana em 1148, que é agora conhecida como Castelo de Torres Novas. Ainda assim, Turris – como era chamada – só recebeu Carta de Foral a 1 de outubro de 1190, por D. Sancho I.

Foi este soberano quem ordenou a reconstrução do castelo. E nos reinados seguintes, a vila continuou a crescer e a ganhar importância, tornando-se local de reunião das Cortes do Reino e de outros eventos marcantes na História de Portugal. Tal expansão e desenvolvimento levou o rei D. Manuel I a conceder novo foral a Torres Novas, em 1510.

Nos últimos séculos, Torres Novas assumiu um papel de destaque nos setores da indústria e da agricultura. Dois desses exemplos são a Fábrica de Papel do Almonda e a Companhia de Fiação de Torres Novas (fundadas em 1818 e 1845, respetivamente). E em 1985, a vila foi elevada a cidade!

Visitar Torres Novas

Como referi anteriormente, a melhor forma de aproveitar este roteiro de Torres Novas é numa day trip desde Lisboa. E para lá chegares desde a capital portuguesa, tens duas opções: viajar de carro (cerca de 115 km) ou de transportes públicos (1h15 de autocarro).

Contudo, Torres Novas é também uma excelente paragem numa road trip pela sub-região do Médio Tejo ou pelo distrito de Santarém! Nesse caso, sugiro que explores outros destinos nas redondezas: Entroncamento (a 8 km), Golegã (a 13 km), Alcanena (a 14 km), Vila Nova da Barquinha (a 19 km), Chamusca (a 20 km), Constância (a 22 km), Ourém (a 26 km), Tomar (a 28 km), ou Abrantes (a 36 km).

Roteiro de Torres Novas

Igreja de Santiago

Este roteiro de Torres Novas começa na Igreja de Santiago, um templo católico cuja origem remonta ao século XII! Reza a lenda que D. Afonso Henriques erigiu uma capela em honra de Santiago neste local, aquando da conquista do Castelo de Torres Novas.

Por volta de 1203, o rei D. Sancho I transformou a pequena ermida numa igreja. Mas muitos dos detalhes decorativos atuais dizem respeito a intervenções realizadas nos séculos XVI a XVIII.

Por exemplo, as pias de água-benta datam do século XVI; o púlpito em talha dourada é renascentista; as paredes interiores são revestidas com azulejos seiscentistas; as pinturas foram criadas nos séculos XVII e XVIII; e a capela-mor recebeu o seu altar e retábulo em talha dourada no século XVIII!

A Igreja de Santiago está aberta para visitas culturais todos os dias (exceto às quartas-feiras, sábados e domingos), das 09:00 às 18:00!

Praça 5 de Outubro

A próxima paragem neste roteiro de Torres Novas é a Praça 5 de Outubro, a praça mais central da cidade. Afinal de contas, é nesta zona que se concentram os principais cafés, pastelarias, bares e restaurantes de Torres Novas – já para não falar de lojas, bancos e alojamentos!

Noutros tempos, a Praça 5 de Outubro acolhia a feira semanal e a feira de antiguidades, bem como os edifícios dos Paços do Concelho e do Tribunal Judicial. Hoje em dia, estes foram substituídos por esplanadas cobertas e bancos de jardim. E o nome, que homenageia o Dia da Implantação da República, só lhe foi dado na década de 1970.

Museu Municipal Carlos Reis

Este roteiro de Torres Novas continua no Museu Municipal Carlos Reis, um museu que recebeu o nome de um dos maiores pintores naturalistas. A sua coleção permanente integra um núcleo de Torres Novas, uma exposição sobre Carlos Reis, artefactos pré-históricos e romanos, e uma coleção de arte sacra!

O Museu Municipal Carlos Reis está aberto de terça-feira a domingo, com dois horários distintos: das 09:00 às 12:30 e das 14:00 às 17:30 (de terça a sexta-feira) ou das 14:00 às 18:00 (aos sábados e domingos). Além das segundas-feiras, o museu encerra aos feriados. Mas a entrada é gratuita para toda a gente!

Lê o meu guia completo sobre o Museu Municipal Carlos Reis, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Torres Novas!

Igreja do Salvador

A próxima paragem neste roteiro de Torres Novas é a Igreja do Salvador ou Igreja Matriz de Torres Novas.

Este templo católico foi projetado no final do século XVI, após a demolição de uma igreja primitiva do século XIII, que estava instalada no mesmo local.

Em termos arquitetónicos, a Igreja do Salvador combina caraterísticas góticas, maneiristas e barrocas.

No exterior, destaca-se o óculo e a estátua de São Salvador; no interior, vale a pena admirar a pia batismal do século XVI (ou XVII), as paredes revestidas com azulejos seiscentistas, o altar-mor em talha dourada e as pinturas dos tetos.

Jardim Municipal de Torres Novas

Este roteiro de Torres Novas continua no Jardim Municipal de Torres Novas, um parque verde concebido em ambas as margens do rio Almonda e composto por inúmeras zonas de lazer e recreio, como a Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, as Piscinas Municipais Fernando Cunha e o Jardim das Rosas.

Aqui também há cafés e restaurantes que servem refeições leves, assim como um parque infantil, um anfiteatro ao ar livre e dezenas de caminhos sinuosos para caminhar ou correr. E existe um parque de estacionamento gratuito entre a biblioteca e as piscinas!

Castelo de Torres Novas

A próxima paragem neste roteiro de Torres Novas é o Castelo de Torres Novas, o monumento mais icónico da cidade. Construído na Idade Média como parte da Linha do Tejo, esta fortaleza militar ajudou a defender a fronteira sul do Reino de Portugal durante a Reconquista da Península Ibérica!

O Castelo de Torres Novas está aberto todos os dias, das 09:00 às 17:30 (de segunda a sexta-feira) ou das 10:00 às 17:30 (aos fins de semana e feriados). No que diz respeito a bilhetes, a entrada é gratuita para todos e a visita ao interior do Castelo e ao Jardim é feita sem nenhuma ordem específica.

Lê o meu guia completo sobre o Castelo de Torres Novas, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Torres Novas!

Grutas de Lapas

A próxima paragem neste roteiro de Torres Novas são as Grutas de Lapas, uma rede de grutas artificiais escavadas a quase 3 km do centro histórico da cidade. Compostas por uma formação rochosa de tufo calcário, estas cavernas sinuosas parecem ter servido de abrigo ou pedreira, já desde os tempos medievais!

As Grutas de Lapas estão abertas todos os dias (incluindo aos feriados), das 10:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00. No seu interior, existe um Centro de Interpretação e vários pontos de interesse arqueológico, com painéis informativos e objetos em exposição. E a entrada é gratuita para toda a gente!

Ruínas Romanas de Vila Cardílio

Este roteiro de Torres Novas termina nas Ruínas Romanas de Vila Cardílio, um sítio arqueológico localizado a cerca de 5 km do centro histórico da cidade. As escavações no local começaram em 1962 e, desde então, foram encontrados alicerces, pavimentos e colunas pertencentes a uma casa de campo romana!

As Ruínas Romanas de Vila Cardílio estão abertas de segunda a sexta-feira, das 10:00 às 12:30 e das 13:30 às 17:00. Isto significa que o sítio arqueológico está encerrado aos sábados e domingos, bem como nos feriados – mesmo que estes calhem durante a semana. No entanto, a entrada é gratuita para todos!

Lê o meu guia completo sobre as Ruínas Romanas de Vila Cardílio, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Torres Novas!

Mapa do Roteiro de Torres Novas

Partilha este artigo nas tuas redes sociais!

Mais Artigos sobre Portugal

Mais Artigos sobre Roteiros de Viagem

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Scroll to Top