2 Dias Em Sintra: O Roteiro De Sintra Perfeito

A vila de Sintra parece saída de um conto de fadas, com tantos palácios, parques, jardins e mansões. E não é novidade nenhuma que Sintra é um dos melhores destinos para uma day trip desde Lisboa. No entanto, depois de leres este roteiro de Sintra, vais ver porque é muito melhor passar dois dias em Sintra, em vez de um!

Inscrita como Património Mundial da UNESCO em 1995, a Paisagem Cultural de Sintra localiza-se na chamada “Riviera Portuguesa” e acolhe alguns dos monumentos e edifícios históricos mais icónicos do país, como o Palácio Nacional da Pena, o Castelo dos Mouros, o Palácio Nacional de Sintra, a Quinta da Regaleira, o Palácio de Monserrate, o Chalet da Condessa d’Edla, o Convento dos Capuchos e a Vila Sassetti!

Por isso, queres saber mais sobre 2 Dias Em Sintra: O Roteiro De Sintra Perfeito? Continua a ler!

Este artigo pode conter links de afiliados, o que significa que eu ganho uma pequena comissão se fizeres uma compra, sem nenhum custo adicional para ti. Lê o meu aviso legal & política de privacidade para mais informações.

Sem tempo para ler agora? Guarda para depois!

Roteiro de Sintra
Roteiro de Sintra

Breve História de Sintra

Como grande parte da Península Ibérica, as origens da vila portuguesa de Sintra remontam à ocupação muçulmana. E a sua integração no Reino de Portugal data de 1147, ano em que D. Afonso Henriques (o primeiro rei de Portugal) conquistou a região de Santarém e Lisboa, com a ajuda dos Cavaleiros Templários.

Desde então, a pequena vila tornou-se uma das prediletas dos monarcas e nobres portugueses, devido à sua localização estratégica (sobretudo, a proximidade com Lisboa e com o Oceano Atlântico) e ao seu microclima (favorável à caça e a outras atividades recreativas).

Património Mundial

Sabias que a Paisagem Cultural de Sintra fez parte do quarto conjunto de inscrições de Portugal na Lista do Património Mundial da UNESCO? Esta 19ª sessão do Comité de Património Mundial realizou-se em Berlim (Alemanha), entre os dias 4 e 9 de dezembro de 1995.

Hoje em dia, Portugal é o décimo-oitavo país do mundo e o nono país da Europa com mais sítios UNESCO, empatado com a Polónia. Possui dezassete bens patrimoniais (tanto culturais, como naturais) inscritos na lista mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura!

Entretanto, já tive a oportunidade de visitar catorze:

Visitar Sintra

Das três vezes que visitei Sintra, viajei de carro – se bem que escolhi deixá-lo num parque de estacionamento gratuito (à entrada da vila) e optar pelo autocarro. Isto é algo que recomendo vivamente, sobretudo durante a época alta. Não só é difícil encontrar lugar à porta de cada palácio, como o próprio estacionamento é bastante caro!

Se estiveres em Lisboa e preferires viajar de transportes públicos até Sintra, podes consultar os horários dos comboios no site da CP – Comboios de Portugal. Uma vez na estação ferroviária da vila, só tens de apanhar o autocarro 434 (para o Castelo dos Mouros, o Palácio Nacional da Pena e o Chalet da Condessa d’Edla) ou o autocarro 435 (para o Palácio Nacional de Sintra, a Quinta da Regaleira e o Palácio de Monserrate).

Roteiro de Sintra – Dia 1

Palácio de Monserrate

Este roteiro de Sintra começa no Palácio de Monserrate, um palácio que não recebe tantas visitas como o famoso Palácio Nacional da Pena. Como fica a alguns quilómetros do centro histórico, deves apanhar o autocarro 435 da Scotturb para lá chegar, ou então viajar de carro/táxi.

Palácio de Monserrate
Parque de Monserrate

A propriedade de Monserrate é o exemplo perfeito do Romantismo em Portugal e do que seria a vida eclética no século XIX. Além disso, a sua arquitetura “exótica” resulta de uma mistura de influências góticas, indianas e mouriscas, conjugando-se perfeitamente com um parque botânico onde crescem espécies de todo o mundo.

Lê o meu guia completo sobre o Palácio de Monserrate, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Sintra!

Castelo dos Mouros

Depois do Palácio de Monserrate, é altura de continuar este roteiro de Sintra no Castelo dos Mouros, um dos castelos mais bem preservados de Portugal e, provavelmente, o que tem as melhores vistas. Oficialmente chamado de Castelo de Sintra, podes chegar ao Castelo dos Mouros a pé, de carro ou no autocarro 434 da Scotturb.

Construído no século X durante a ocupação muçulmana da Península Ibérica, o Castelo dos Mouros gozava de uma localização muito estratégica, num dos cumes mais altos da Serra de Sintra. Contudo, a fortaleza foi conquistada por D. Afonso Henriques em 1147, passando assim a fazer parte do Reino de Portugal!

Lê o meu guia completo sobre o Castelo dos Mouros, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Sintra!

Palácio Nacional da Pena

Não há roteiro de Sintra que não inclua o Palácio Nacional da Pena e este não é exceção. Afinal de contas, este monumento foi eleito uma das “7 Maravilhas de Portugal” em 2007! Fazendo lembrar os castelos da Disney, o Palácio Nacional da Pena destaca-se pelas suas cores ousadas e formas caprichosas.

Palácio Nacional da Pena
Parque da Pena

O Palácio Nacional da Pena é também considerado o primeiro palácio romântico da Europa. Por essa razão, serviu de inspiração a outros edifícios históricos, incluindo o deslumbrante Castelo de Neuschwanstein na Alemanha, que só foi construído trinta anos depois!

Lê o meu guia completo sobre o Palácio Nacional da Pena, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Sintra!

Chalet da Condessa d’Edla

O primeiro dia deste roteiro de Sintra termina no coração do Parque da Pena, mais especificamente no Chalet da Condessa d’Edla. Idealizado pelo rei D. Fernando II e por Elise Hensler (a sua segunda esposa), o Chalet da Condessa d’Edla está situado a menos de dois quilómetros do Palácio Nacional da Pena.

Ao contrário do antigo palácio real, o Chalet da Condessa d’Edla é uma residência bem mais modesta. Desenhado ao estilo dos chalés alpinos, este pequeno refúgio campestre permitia ao rei e à condessa viver afastados dos olhares curiosos e comentários inconvenientes da Corte Portuguesa!

Lê o meu guia completo sobre o Chalet da Condessa d’Edla, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Sintra!

Roteiro de Sintra – Dia 2

Palácio Nacional de Sintra

Vamos começar o segundo e último dia deste roteiro de Sintra no Palácio Nacional de Sintra, em pleno centro histórico da vila. Sabias que este palácio é o mais importante de Portugal, visto que foi residência permanente (ou temporária) de quase todos os reis e rainhas do país?

Sala dos Cisnes (ou Sala Grande)
Pátio Central

Ainda por cima, é o palácio português mais antigo de todos, com mais de mil anos de história e origens que remontam à ocupação árabe nesta região! Além de dezenas de salas, corredores e quartos magníficos, o Palácio Nacional de Sintra é composto por inúmeros pátios exteriores, galerias cobertas e jardins luxuriantes.

Lê o meu guia completo sobre o Palácio Nacional de Sintra, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Sintra!

Vila Sassetti

A Vila Sassetti é a fusão perfeita da Paisagem Cultural de Sintra, com detalhes arquitetónicos e paisagistas que lembram outros monumentos mencionados neste roteiro de Sintra. E como esta propriedade fica a uma curta distância do Posto de Turismo, nem sequer precisas de transportes públicos para aqui chegar!

A história da Vila Sassetti começou em 1885, quando Victor Carlos Sassetti decidiu construir uma casa de Verão baseada nos castelos da Lombardia. E para desenhá-la, convidou Luigi Manini (o arquiteto responsável pela Quinta da Regaleira). O resultado foi uma “villa” de inspiração mediterrânica, graças à torre circular em estilo românico lombardo, aos tons em terracota, aos azulejos portugueses e ao granito da Serra de Sintra!

Lê o meu guia completo sobre a Vila Sassetti, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Sintra!

Quinta da Regaleira

Tal como o Palácio Nacional de Sintra e a Vila Sassetti, podes chegar à Quinta da Regaleira a pé. Porém, como necessitas obrigatoriamente de carro para visitar o Convento dos Capuchos, pode ser uma boa ideia trazê-lo já para aqui. Ora, a Quinta da Regaleira é um monumento de visita obrigatória para todos os amantes de arquitetura, paisagismo e até de… misticismo!

Porquê misticismo, perguntas tu? Porque esta propriedade esconde estruturas místicas e símbolos alquímicos ligados à Maçonaria, aos Templários e à Ordem Rosa-Cruz! Construída no final do século XIX, a Quinta da Regaleira é composta por um palácio luxuoso e por um jardim enigmático, que refletem os interesses e ideologias do seu primeiro proprietário: o milionário luso-brasileiro António Augusto de Carvalho Monteiro!

Lê o meu guia completo sobre a Quinta da Regaleira, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Sintra!

Convento dos Capuchos

O Convento dos Capuchos é o ponto de interesse menos visitado deste roteiro de Sintra, talvez devido ao facto de não ser servido por transportes públicos. Mas, se és como eu e preferes descobrir sítios com pouca gente, então tens mesmo de explorar este antigo convento franciscano!

Construído com baixo impacto ambiental e em comunhão com a paisagem verdejante que o rodeia, o Convento dos Capuchos é o local ideal para os amantes do ar livre. E é incrível pensar que nesta mesma vila histórica, podes visitar palácios sumptuosos e depois edifícios como este, que parece ter sido esculpido pela Mãe Natureza!

Lê o meu guia completo sobre o Convento dos Capuchos, uma atração turística imperdível em qualquer roteiro de Sintra!

Mapa do Roteiro de Sintra

Partilha este artigo nas tuas redes sociais!

Mais Artigos sobre Portugal

Mais Artigos sobre Património Mundial

Mais Artigos sobre Roteiros de Viagem

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Scroll to Top