Como Visitar O Parque Buttes-Chaumont Em 2023

O Parque Buttes-Chaumont (em francês, Parc des Buttes-Chaumont) é um parque público deslumbrante, localizado na zona nordeste de Paris. Integra o 19º arrondissement, uma das zonas mais ecléticas da cidade, conhecido pelo elevado número de imigrantes de diferentes origens.

Inaugurado em 1867, o Parque Buttes-Chaumont é um dos maiores parques da capital francesa, com quase 25 hectares. Aqui, podes aventurar-te por colinas infinitas e caminhos sinuosos, visitar uma ilha rochosa no meio de um lago artificial e até atravessar uma ponte suspensa desenhada por Gustave Eiffel!

Por isso, queres saber Como Visitar O Parque Buttes-Chaumont Em 2023? Continua a ler!

Este artigo pode conter links de afiliados, o que significa que eu ganho uma pequena comissão se fizeres uma compra, sem nenhum custo adicional para ti. Lê o meu aviso legal & política de privacidade para mais informações.

Sem tempo para ler agora? Guarda para depois!

Parque Buttes-Chaumont
Parque Buttes-Chaumont

Breve História do Parque Buttes-Chaumont

Durante o reinado do Imperador Napoleão III (1852-1870), a cidade de Paris foi alvo de um programa megalómano de reforma urbana, que ficou conhecido como a “Renovação de Haussmann”. O seu nome deve-se a Georges-Eugène Haussmann, o grande responsável por esta transformação dramática da capital francesa.

Em 1860, os 19º e 20º arrondissements foram anexados à cidade e Georges-Eugène Haussmann decidiu que estas zonas mais afastadas do centro também precisavam de parques públicos. Por isso, contratou o engenheiro Adolphe Alphand, que projetou (ou ajudou a recuperar) inúmeros espaços verdes de Paris:

  • Bois de Boulogne, no 16º arrondissement
  • Bois de Vincennes, no 14º arrondissement
  • Jardins des Champs-Elysées, no 8º arrondissement
  • Jardins du Trocadéro, no 16º arrondissement
  • Parc Monceau, no 8º arrondissement
  • Parc Montsouris, no 14º arrondissement
  • Square des Batignolles, no 17º arrondissement
  • Square du Temple, no 3º arrondissement

As obras no Parque Buttes-Chaumont começaram em 1864 e exigiram o esforço de centenas de trabalhadores. Ao longo de três anos, modelaram o terreno, escavaram um lago e esculpiram encostas para criar uma gruta, duas cascatas e até uma colina vertiginosa numa ilha!

Além de Adolphe Alphand, o Imperador Napoleão III e o Barão de Haussmann contaram com as importantes contribuições de Jean-Pierre Barillet-Deschamps (um horticultor e arquiteto paisagista, nomeado jardineiro-chefe na Reforma Urbana de Paris) e Gabriel Davioud (o arquiteto-chefe da cidade durante o mesmo período).

O Parque Buttes-Chaumont foi inaugurado a 1 de abril de 1867, no dia da abertura da Exposition Universelle de Paris. Desde então, tornou-se um dos parques públicos mais frequentados pelos parisienses, sobretudo nos meses mais quentes do ano!

Como Chegar ao Parque Buttes-Chaumont

A forma mais fácil e rápida de chegar ao Parque Buttes-Chaumont desde o centro de Paris é de metro. Isto porque o parque público é servido pelas linhas 5 (estação Laumière) e 7bis (estações Buttes Chaumont ou Botzaris).

Como o Parque Buttes-Chaumont tem várias entradas, podes escolher qualquer uma destas estações de metro. Além do acesso principal pela Place Armand-Carrel, existem outros cinco portões (Porte Bolivar, Porte de la Villette, Porte Secrétan, Porte de Crimée e Porte Fessart) e sete entradas secundárias.

Se preferires viajar de autocarro, podes escolher qualquer uma destas linhas: 48, 26, 60, 71 ou 75!

Horários de Abertura & Preços de Bilhetes

O Parque Buttes-Chaumont está aberto todos os dias, das 07:00 às 22:00 (de maio a setembro) ou das 07:00 às 20:00 (de outubro a abril). O acesso é livre e o parque dispõe de quatro zonas com Wi-Fi gratuito.

Embora existam três restaurantes (Pavillon du Lac, Pavillon Puebla e Rosa Bonheur) e até pequenos quiosques dentro do recinto, podes sempre levar um piquenique e comer no meio da Natureza!

O Que Ver no Parque Buttes-Chaumont

Lac du Belvédère

O Lac du Belvédère é um lago artificial que ocupa 1,5 dos 25 hectares que constituem o Parque Buttes-Chaumont. O seu nome pode ser traduzido como “Lago do Miradouro”, uma vez que a própria Île du Belvédère (isto é, “Ilha do Miradouro”) é um autêntico observatório desta área da capital francesa!

Se caminhares à volta do Lac do Belvédère, vais encontrar grupos de parisienses a passear, a beber um copo nos bancos do jardim, ou simplesmente a descansar nos relvados junto às margens. O Parque Buttes-Chaumont é ainda muito frequentado por famílias com crianças, que adoram observar as dezenas de patos e gansos que vivem por aqui!

Île du Belvédère

A Île du Belvédère é o “coração” do Parque Buttes-Chaumont. Rodeada por um enorme lago artificial (o Lac du Belvédère), esta ilha rochosa foi concebida a partir de uma antiga pedreira de gesso e calcário, que existia no local!

Durante vários anos, a Pedreira do Buttes-Chaumont forneceu matéria-prima para a construção de muitos edifícios em Paris. Contudo, a sua atividade cessou na segunda metade do século XIX, quando os recursos naturais se esgotaram.

Temple de la Sibylle

O Temple de la Sibylle é o elemento mais famoso do Parque Buttes-Chaumont. Sabias que o seu nome é uma homenagem às Sibilas, as profetisas e oráculos da Grécia Antiga?

Construído no topo de uma falésia na Île du Belvédère (a cerca de 50 metros acima do Lac du Belvédère), o Templo de Sibila funciona como um miradouro, oferecendo vistas desafogadas sobre o nordeste de Paris.

O Temple de la Sibylle foi desenhado pelo arquiteto francês Gabriel Davioud, que foi buscar inspiração ao Templo de Vesta (um templo na cidade italiana de Tivoli). Curiosamente, este monumento romano inspirou outros templos na Europa, incluindo o Temple de l’Amour nos jardins do Petit Trianon, em Versalhes!

Passerelle

A Passerelle du Parc des Buttes-Chaumont é uma ponte suspensa em ferro, que liga a Île du Belvédère ao resto do recinto. Projetada por Gustave Eiffel, tem quase 65 metros de comprimento e situa-se a 8 metros acima das águas do lago.

Existe uma segunda ponte do outro lado da ilha, que é mais pequena (tem cerca de 12 metros), mas muito mais alta (fica a mais de 22 metros acima do Lac du Belvédère). Feita de alvenaria, foi apelidada de “Ponte dos Suicídios” depois de uma série de fatalidades!

Grotte

A Grotte du Parc des Buttes-Chaumont é uma gruta criada a partir da antiga pedreira. Situada na parte sul do recinto (a poucos metros da “Ponte Suicida”), é mais uma das muitas estruturas artificiais que integram este parque.

Com aproximadamente 20 metros de altura e 14 metros de largura, a Gruta do Parque Buttes-Chaumont foi decorada com estalactites falsas e equipada com uma cascata. Esta cascata é alimentada por bombas hidráulicas, que trazem a água do rio até ao local.

Existe uma outra cascata artificial situada numa das extremidades do lago. Esta é relativamente mais pequena e está a céu aberto, sendo bastante frequentada no Verão.

Como podes reparar, o Parque Buttes-Chaumont é um excelente exemplo de arquitetura paisagista romântica. Inspirado pelos jardins ingleses dos séculos XVIII e XIX, este “pulmão verde” de Paris é o local perfeito para relaxar e aproveitar a vida!

Partilha este artigo nas tuas redes sociais!

Mais Artigos sobre França

Mais Artigos sobre Jardins e Parques

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Scroll to Top